sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Cronograma de trabalho - Estudos Literários II



- Ementa
- Estudo da teoria e da crítica literária através de seu desenvolvimento, abordagens e métodos, da segunda metade do século XX à contemporaneidade, por meio da análise sistemática de textos teóricos e da produção literária.

- Objetivos
Geral:
- Apresentar as principais teorias literárias do século XX, considerando-as como fator de questionamento sistemático sobre o fato literário, presente toda vez em que se analisa esse fato pelo exercício da crítica literária.

Específicos:
- Articular as teorias literárias contemporâneas à prática da crítica literária, no âmbito dos estudos literários acadêmicos circunscritos da segunda metade do século XX à contemporaneidade;
Analisar criticamente, de forma descritiva e sistemática, textos literários de ficção da literatura à luz das teorias literárias desenvolvidas a partir da segunda metade do século XX, considerando, inclusive, o aporte de afinidades existentes entre as disciplinas literárias (teoria e crítica) e as de outros sistemas (linguísticos ou não), de forma interdisciplinar e intertextual.

     - Metodologia de Ensino
    O conteúdo será desenvolvido por meio de aulas expositivo-dialogadas; destacando as discussões, debates e reflexões com o intuito de problematizar a percepção da literatura em suas mais variadas formas, bem como a sua relação com as demais artes, redimensionando conceitos e definições tidas como absolutas e evidenciando a construção de conceitos viáveis para cada abordagem, entendimento, percepção e interesse presente tanto na produção quanto na sua recepção.
  • - Material de apoio será disponibilizado no formato digital no blog: criticaliterariaufpel.blogspot.com.br
    - Descrição do Conteúdo/Unidades (Programa)
    - Teoria da literatura e teorias literárias no século XX e na atualidade; as teorias e os conceitos fundamentais do comparatismo;
    - Principais correntes da crítica literária;
    - Crítica e valor; crítica e cânone;
    - Crítica literária e análise do texto literário: normativismo, descritivismo;
    - Crítica acadêmica; resenha literária; jornalismo cultural
Cronograma de Execução
Semana
Data
Tópico Abordado
Prática/Teórica
16/08/18
Apresentação da disciplina. Comentários iniciais sobre avaliação e procedimentos de trabalho - incorporação das sugestões do grupo. Definição e aprovação do plano de ensino. Levantamento dos principais conceitos desenvolvidos na disciplina Estudos Literários I.
4
23/08/18
Integra CLC
4
30/08/18
Discussão com base nas principais dificuldades teóricas evidenciadas com o intuito de inserir a proposta com base nas noções de leituras, desleituras e não-leituras. Leitura indicada:
- BAYARD, Pierre. Como falar dos livros que não lemos? Tradução: Rejane Janowitzer. Rio de Janeiro: Objetiva, 2007.
4
06/09/18
Debater as experiências de leitura do grupo buscando relacionar os diversos aspectos advindos das situações narradas. Fazer um levantamento das obras referenciadas no livro de Pierre Bayard com o intuito de aprofundar o seu sentido nos encontros seguintes.
4
13/09/18
Discutir a seguinte questão: Quais obras estão tão presentes na cultura que não necessitam mais serem lidas? Essa dispensa da leitura evidencia um entendimento coerente da mesma ou apenas uma aceitação por parte da coletividade do que lhe foi dito acerca das mesmas? Reflexão sobre o conceito de cânone e sua relação com a crítica literária. Leitura do texto:
- REIS, Roberto. Cânon. In: JOBIM, José Luis (Org.). Palavras da crítica: tendências e conceitos no estudo da literatura. Rio de Janeiro: Imago, 1992.
4
27/09/18
As principais correntes da crítica literária a partir do autor, da sociedade, do texto e do leitor. Evidenciar as diferenças entre historiador, teórico e crítico e as aproximações necessárias na busca de uma análise e interpretação mais consistentes do texto literário.
4
04/10/18
Semana Acadêmica dos Cursos de Letras

11/10/18
    A questão da autoria – diferença entre narrador e autor.
    Discussão e comentários a partir do texto:
- BENJAMIN, Walter. O autor como produtor. In: _____. Magia e técnica, arte e política. Tradução: Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1985.

18/10/18
Reflexão com base nos textos indicados com o intuito de discutir o espaço ficcional e seu impacto no leitor – considerações sobre a Estética da Recepção:
- ISER, Wolfgang. O jogo do texto. In: LIMA, Luiz Costa (org.). A literatura e o leitor. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.
- MANGUEL, Alberto. A última página. In: _____. Uma história da leitura. Tradução: Pedro Maia Soares. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.
- _____. Os livros e os dias. Tradução: José Geraldo Couto. São Paulo: Companhia das Letras, 2005. (capítulos referentes aos meses de janeiro e maio de 2003).

10ª
25/10/18
Semana Integrada de Inovação, Ensino, Pesquisa e Extensão

11ª
01/11/18
Retórica e literatura: entender a abordagem retórica da literatura como uma modalidade intrínseca de crítica, que leva não apenas o texto em si, mas também o ato de emissão e seu efeito sobre o leitor. Comentários sobre alguns aspectos da teoria Formalista para embasar a continuidade das discussões.

12ª
08/11/18
Estruturalismo e pós-estruturalismo: a busca por um modelo que pudesse abordar todas as formas narrativas existentes, suas potencialidades e limitações.
- TODOROV, Tzvetan. As estruturas narrativas. Tradução: Leyla Perrone-Moisés. São Paulo: Perspectiva, 2006.
- BONNICI, Thomas. Teorias Estruturalistas e Pós-Estruturalistas. In: BONNICI, Thomas; ZOLIN, Lúcia Osana. (Orgs.). Teoria Literária. Abordagens históricas e tendências contemporâneas. 3. ed. Rev. e Ampl. Maringá: EDUEM, 2009.

13ª
22/11/18
Literatura e Sociedade: reflexão e discussão a partir da leitura do texto:
- SILVA, Marisa Corrêa. Crítica sociológica. In: BONNICI, Thomas; ZOLIN, Lúcia Osana. (Orgs.). Teoria Literária. Abordagens históricas e tendências contemporâneas. 3. ed. Rev. e Ampl. Maringá: EDUEM, 2009.

14ª
29/11/18
Descontrutivismo: se evidencia pela crítica à concepção metafísica que busca a unificação de sentido das coisas, dos sujeitos e do mundo.
- SISCAR, Marcos. A desconstrução de Jacques Derrida. In: BONNICI, Thomas; ZOLIN, Lúcia Osana. (Orgs.). Teoria Literária. Abordagens históricas e tendências contemporâneas. 3. ed. Rev. e Ampl. Maringá: EDUEM, 2009.

15ª
06/12/18
Literatura de testemunho: reflexão a partir das narrativas autobiográficas.
- SARLO, Beatriz. Tempo passado. Cultura da memória e guinada subjetiva. Tradução: Rosa Freire d’Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras; Belo Horizonte: UFMG, 2007.
- SELIGMANN-SILVA, Márcio. (Org.). História, memória, literatura. O testemunho na era das catástrofes. Campinas: Editora Unicamp, 2003.

16ª
13/12/18
Discussões a partir das abordagens presentes no texto:
- MARTINS, Maria Helena. (Org.). Outras leituras: literatura, televisão, jornalismo de arte e cultura, linguagens interagentes. São Paulo: Editora SENAC São Paulo; Itaú Cultural, 2000.
Organização de projetos para o estudo crítico de um texto literário de livre escolha. Apresentação de referências de outras perspectivas críticas para a elaboração do projeto, tais como: crítica feminista, psicanalítica, pós-colonialista.
- Avaliação da disciplina - comentários sobre o aproveitamento e as atividades realizadas. Encerramento da disciplina.

17ª
20/12/18
Exame

Um comentário: